Paraná Turismo confirma a privatização de Vila Velha

0
82

João Jacob Mehl irá intervir, junto ao Governo do Estado, para que o modelo de concessão do Parque Estadual de Vila Velha, localizado em Ponta Grossa, seja diferenciado. Hoje, o projeto é que ele seja licitado em um pacote junto com outros parques, mas a intenção é que seja ofertado à iniciativa privada separado para que uma empresa faça um trabalho mais focado e não divida os trabalhos com outras atrações turísticas. A solicitação junto ao presidente da Paraná Turismo partiu do secretário Municipal de Turismo, Edgar Hampf. A expectativa é de que a licitação seja feita ainda neste ano.

“É um pacote que não interessa a Ponta Grossa. Então vou interceder agora, a pedido do município, para que as negociações sejam separadas, como a prefeitura acha que temos que fazer, para que não seja a mesma empresa que fique com o Parque do Monge, com Guartelá e Vila Velha. Vou interceder para que possa atender aos interesses junto ao Estado”, revelou Mehl em entrevista ao Jornal da Manhã e ao portal aRede na manhã desta quarta-feira. O secretário revela que, no modelo atual, se uma empresa vencer o ‘pacote’, caso ela tenha prejuízo em algum parque, pode recuperar em outro. “Mas como são parques diferentes, vou buscar mais informações para contribuir da melhor forma”, diz, lembrando, ainda que há o trâmite na Assembleia Legislativa.

Além dessa ação, Mehl revelou outras diversas ações que são trabalhadas para que o estado desenvolva o turismo. Entre elas está a participação em eventos de negócios, não apenas no Brasil, mas também fora. “Vamos participar de feiras, não para distribuir folhetos com fotografias da Serra do Mar, das Cataratas e da Vila Velha, mas com estande de negociação, com operadores de turismo, para vender o Paraná. Vamos mudar a filosofia em participação de feiras. E temos a intenção de participar de feiras internacionais”, alega. Um exemplo é participar de feiras no interior de São Paulo, como Ribeirão Preto, onde o público é predominantemente de paulistas. “Vamos criar workshops para vender o Paraná, fazer várias reuniões, rodadas de negociações e fun tour, mostrando as cidades”, esclarece.

Outra importante ação destacada à reportagem é a criação da TV Turismo, junto à TV Educativa. “Ela vai mostrar o Paraná 24h por dia. Isso é fundamental para que o paranaense possa conhecer as belezas do Estado”, disse. E ainda revelou negociações com a Copel para tornar os ‘lagos’ das represas de hidrelétricas como áreas de lazer. “Essa lagoa precisa ser explorada para a pesca, para o esporte náutico; para algo tem de ser explorado, a população precisa aproveitar isso. Onde existia habitação vamos transformar em oportunidades para hotelaria, para restaurantes, de forma que o Paraná todo possa ser utilizado”, conclui.

Presidente participa de evento

João Jacob Mehl, presidente da Paraná Turismo, esteve em Ponta Grossa na manhã desta terça-feira para prestigiar a inauguração de um novo empreendimento comercial no município, o Lumen Café. Instalado em anexo ao Planalto Select Hotel, na esquina das ruas XV de Novembro e 7 de Setembro, é fruto de um investimento da família Wagner, que aposta em um conceito diferenciado, utilizando grãos diferenciados. A intenção é que o cliente possa ter uma experiência sensorial ao degustar os distintos tipos de grãos.

Além dessa ação, Mehl revelou outras diversas ações que são trabalhadas para que o estado desenvolva o turismo. Entre elas está a participação em eventos de negócios, não apenas no Brasil, mas também fora. “Vamos participar de feiras, não para distribuir folhetos com fotografias da Serra do Mar, das Cataratas e da Vila Velha, mas com estande de negociação, com operadores de turismo, para vender o Paraná. Vamos mudar a filosofia em participação de feiras. E temos a intenção de participar de feiras internacionais”, alega. Um exemplo é participar de feiras no interior de São Paulo, como Ribeirão Preto, onde o público é predominantemente de paulistas. “Vamos criar workshops para vender o Paraná, fazer várias reuniões, rodadas de negociações e fun tour, mostrando as cidades”, esclarece.

Outra importante ação destacada à reportagem é a criação da TV Turismo, junto à TV Educativa. “Ela vai mostrar o Paraná 24h por dia. Isso é fundamental para que o paranaense possa conhecer as belezas do Estado”, disse. E ainda revelou negociações com a Copel para tornar os ‘lagos’ das represas de hidrelétricas como áreas de lazer. “Essa lagoa precisa ser explorada para a pesca, para o esporte náutico; para algo tem de ser explorado, a população precisa aproveitar isso. Onde existia habitação vamos transformar em oportunidades para hotelaria, para restaurantes, de forma que o Paraná todo possa ser utilizado”, conclui.

Presidente participa de evento

João Jacob Mehl, presidente da Paraná Turismo, esteve em Ponta Grossa na manhã desta terça-feira para prestigiar a inauguração de um novo empreendimento comercial no município, o Lumen Café. Instalado em anexo ao Planalto Select Hotel, na esquina das ruas XV de Novembro e 7 de Setembro, é fruto de um investimento da família Wagner, que aposta em um conceito diferenciado, utilizando grãos diferenciados. A intenção é que o cliente possa ter uma experiência sensorial ao degustar os distintos tipos de grãos.

(foto capa  Sergio Duze)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, informe seu comentário
Por favor, informe seu nome aqui