Capacitação Da Família Acolhedora

0
125

A Secretaria de Assistência Social de Reserva/Pr, irá promover nos próximos dias 18,25 e 27 de junho de 2019 das 19 às 21:30 hs, o curso de capacitação para as famílias participantes do processo de habilitação para se tornarem famílias acolhedoras, que será realizado no Barracão Sociocultural de Reserva, localizado na Rua Cândido de Abreu, 170.

A capacitação consiste em um dos mais importantes momentos no desenvolvimento das ações do serviço. Trata-se de um processo para que as famílias previamente cadastradas e avaliadas possam refletir sobre temas relacionados às questões pertinentes ao acolhimento.

O Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora é voltado para crianças e adolescentes, afastados da família por medida de proteção, em residências de famílias acolhedoras, previamente cadastradas. Neste serviço, famílias previamente cadastradas recebem essas crianças e adolescentes em suas casas e cuidam delas enquanto não há o retorno para suas famílias de origem.

Família Acolhedora

Imagem

​Segundo o art. 34, §1º, ECA, o poder público incentivará o acolhimento, sob a forma de guarda, de crianças e adolescentes que se encontrem afastados do convívio familiar. A lei preceitua ainda que a inclusão dessas crianças e adolescentes em programas de acolhimento familiar deve ter PREFERÊNCIA ao acolhimento institucional.

Imagem

Da implantação do Programa Família Acolhedora – PFA DA SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE RESERVa:

​Oferece o Programa de Acolhimento Familiar para crianças e adolescentes em situação de risco.

Queremos dar às crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica que forem retirados de suas famílias de origem a oportunidade de continuarem a conviver em FAMÍLIAS ACOLHEDORAS, até que a reintegração familiar definitiva aconteça

Alguns benefícios do Programa Família Acolhedora – PFA:

Imagem

  • ​O custeio do Programa Família Acolhedora é em média 30% mais barato do que o do acolhimento institucional;
  • As crianças (adolescentes) destituídas do poder familiar, e que não forem adotadas, têm oportunidade de conviver em família e, em alguns casos, de permanecer nessas famílias após a maioridade;
  • Crianças (adolescentes) com medida de proteção (PFA), podem conviver na escola e na comunidade em geral livres de discriminação;
  • MENOR probabilidade de revitimização dentro das famílias acolhedoras;
  • MAIOR desenvolvimento neurológico e saúde emocional para as crianças e adolescentes acolhidos.

Ficou interessado? Você pode se habilitar para ser uma família acolhedora.

Inscreva-se para a o progama família acolhedora


Imagem

Imagem

fale coma NAIARA 

.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, informe seu comentário
Por favor, informe seu nome aqui